Aquarela: um relacionamento

Por: Raíssa Bulhões - 03/12/2018


Costumo dizer que o relacionamento de um artista com a aquarela é semelhante ao relacionamento entre amigos. Não sei se isso fará sentido para você.

Quando você encontra alguém pela primeira vez, não sabe quem é e o que faz, até que começam a conversar. Pode ser que a primeira conversa seja meio frustrante ou que vocês não se entendam muito bem; pode ser também que alguém já tenha falado sobre aquela pessoa com você e isso tenha causado uma ideia inicial errada. Em outros casos, a amizade simplesmente flui desde o primeiro momento, e vocês se tornam inseparáveis. Em todo caso, em qualquer amizade, algumas vezes vocês vão se desentender, vão discutir, mas com o tempo começam a se adaptar. Se um não desistir do outro, existe uma grande probabilidade de um relacionamento lindo e duradouro. É a intimidade que vai sendo construída.

Imagem Arte
Imagem Arte


Pode parecer estranho, mas com a aquarela também funciona assim. Os primeiros encontros tendem a ser frustrantes e confusos. A aquarela é meio mandona. Ela, junto com a água (que tem o gênio forte), faz o que quer e segue seus próprios caminhos. A princípio, você não entende, tenta ficar ajeitando aqui e ali com o pincel, e o resultado final pode não ser tão agradável.

Não existe uma regra exata que eu possa descrever aqui com que você vai fazer e acertar na hora. A chance disso é bem pequena. Você só vai conseguir tentando, aprendendo juntos como ela se comporta e como você se comporta com ela. Tem que deixar acontecer.

Imagem Arte
Imagem Arte


Pode ser que os primeiros contatos sejam só sucessos. Em outros casos, o amor só vem depois de passar muita raiva. Comigo foi bem assim. Já tinham me falado sobre a aquarela, então a conheci pessoalmente. Mergulhei de cabeça na amizade, fui cheia de expectativas, mas me frustrei, porque só brigávamos. Ela manchava muito minha vida, e eu não entendia. Paramos de nos falar e seguimos assim por um bom tempo, até que um dia resolvemos nos dar outra chance. Reerguemos nosso relacionamento com muito papel amassado e jogado no lixo. E fomos nos estabilizando. Ainda não a conheço como gostaria. Às vezes falta tempo para me dedicar à amizade, às vezes falta paciência. Mas, diante disso tudo, sei que o importante é não desistir. Gosto dela. Ela me faz bem.

Imagem Arte
Imagem Arte


A aquarela tem vários comportamentos e isso vai depender da qualidade e tipo do material, da temperatura, da umidade, etc. Penso que, lendo isso tudo, você já nem queira mais começar. Mas qual é a graça de viver um relacionamento quadrado e cheio de regras? A aquarela gosta mesmo é de fugir das regras! O único segredo “tiro e queda” é este: tenha paciência e sinta o que ela quer te transmitir. Ela só quer ser compreendida. Não espere tanta perfeição, porque a graça também está em deixar as coisas meio bagunçadas, mas uma bagunça linda, sabe? Que de perto pode ser uma coisa, de longe outra.

Imagem Arte
Imagem Arte


A aquarela é uma tinta transparente e mágica. É um instrumento que você toca, mas quem rege é a água. Se você der uma chance e não desistir, corre um sério risco de se apaixonar.

Raíssa Bulhões é ilustradora de livros infantis e artista digital com formação em Design Gráfico. Seus desenhos são repletos de cores, graça, inocência e magia!



Comentários:

Para comentar você precisa estar logado.

Elisangela Mafra 06/12/2018 14:54:51

Amei a comparação, bem poética, descreveu completamente a aventura que é entrar no mundo da aquarela. Parabéns pelas ilustrações, são lindas!

Livia Ximenes 05/12/2018 10:49:55

Raissa obrigado por compartilhar sua experiência e relacionamento com a aquarela... sempre tive vontade de experiemntar, mas tinha medo e insegurança, mas suas palavras me inspiram a tentar um dia... obrigado...

César Alves 04/12/2018 06:39:20

Raíssa, bom dia! Sempre adorei desenhar e de manter meus traços a lápis, nunca fui fã de pintura, nem mesmo a lápis de cor, mas confesso que após ver alguns artistas minha opinião mudou muito, justamente porque tenho um sonho de ser ilustrador de livros infantis. Sua publicação foi muito inspiradora para mim, vou dar mais uma chance a essa amizade, obrigado por compartilhar suas frustrações no início e seu grande sucesso com essa belíssimas obras. Abraço 😊